Para Vocês...
O céu, as estrelas, o mar, e "só" um pedaço da lua. Porque a outra metade já é minha... (risos)!

18 de abr de 2012

Sobre o Barulho...

Foto/Internet

A vida é barulhenta, e o mundo está muito
populoso. Mas lutar contra o barulho não é a
maneira de se livrar dele; a maneira de se
livrar dele é aceitá-lo totalmente.


Quanto mais você lutar, mais nervoso ficará,
porque, quanto mais você lutar,
mais ele o pertubará.
Abra-se e aceite-o; o barulho também é parte
da vida. E, quando você começar a aceitá-lo,
ficará surpreso: ele não o pertubará mais.
A pertubação não vem do barulho, ela vem
de nossa atitude em relação a ele.

O barulho não é a pertubação, a atitude
é a pertubação.
Se você for antagonista a ele, ficará
pertubado; se você não for antagonista a ele,
não ficará pertubado.


E aonde você irá?
Aonde você for, algum tipo de barulho
fatalmente estará presente; o mundo inteiro
é barulhento. Mesmo que você possa encontrar
uma caverna no Himalaia e ficar lá, você perderá
a vida. O barulho não estará presente, mas todas
as possibilidades de crescimento que a vida torna
disponíveis também não estarão presentes, e logo
o silêncio parecerá monótono e morto.


Não estou dizendo para não desfrutar o silêncio.
Desfrute-o, mas saiba que o silêncio não é
contra o barulho. O silêncio pode existir no
barulho. Na verdade, quando ele existe no
barulho, somente então ele é o silêncio real.
O silêncio que você sente no Himalaia não é o
eu silêncio; ele pertence ao Himalaia.
Mas, se você puder sentir o silêncio no mercado
ou na feira, poderá ficar completamente
tranquilo e relaxado, ele é seu.
Então você tem o Himalaia em seu coração,
e isso é o que importa!

Osho

Nenhum comentário:

Postar um comentário