Para Vocês...
O céu, as estrelas, o mar, e "só" um pedaço da lua. Porque a outra metade já é minha... (risos)!

5 de nov de 2011

Voa...

Imagem/Internet

VOA...

Abre também a tua porta, abre...
Abre e deixa o vento entrar.
Deixa a brisa se instalar;
Deixa o corpo abençoar;
E as lágrimas poder secar.
Deixa...

Abre de vez a tua porta, abre...
Sem chaves e nem fronteiras.
Sem grades e nem cadeados;
Abre e deixa o sol entrar.
Deixa os raios te tocar;
Deixa o corpo enternecer,
E não te fazer adormecer.
Deixa...

Aceita a porção mágica do tempo...
O desenrolar dos dias e das horas.
O rumo de todos os mundos.
O vôo das grandes gaivotas.
Os pássaros voltam sim pros seus ninhos;
Mas só pra alimentar, e fazer voar.
E depois, um ciclo poder fechar.

Deixa então os ninhos dos passarinhos;
Não faz dele o teu ninho.
Faz do teu peito apenas abrigo e
a liberdade de todos os ventos;
Então voa... Desperta!

Abre um novo caminho.
É sempre um novo dia e um novo momento.
E aí, na mesma direção dos ventos,
Você vai poder se encontrar, sem mais nenhum tormento.

Lana Mara
10/10/2011

7 comentários:

  1. Mto lindo! Gosei do seu blog. Mto legal!

    ResponderExcluir
  2. Lindo poema, Mara.
    Procuro, atualmente, abrir
    todas as minhas portas. E as janelas
    também.
    Abraço grande na tua alma eternamente
    poética e linda: Lidu.

    ResponderExcluir
  3. Que todas as portas sejam abertas pra vc...

    ResponderExcluir
  4. Outro grande abraço, Lidu. Obrigada pelas suas palavras.
    Xero!

    ResponderExcluir
  5. Olá desculpa á invasão,mas entrei para da uma olhadinha,e adorei.
    Vc está de parabéns e já estou a seguir bjs.

    ResponderExcluir
  6. Lua... Obrigada! E faz tanto tempo que ando afastada desse meu cantinho...
    Bju e quando puder, esteja sempre, me fazendo uma visitinha.

    ResponderExcluir
  7. Docerachel...
    Que belo! Muito obrigada! Para você também, digo o mesmo.
    Bjus!

    ResponderExcluir